10 de abril de 2017

Hopi História - Introdução!

Olá meus queridos, como os senhores estão? Eu acabo de ficar em êxtase-, meu notbook está dando seus últimos suspiros e isso é preocupante. Mais do que da metade da tela do meu laptop está com problemas.(Pra quem me segue no Snapchat viu o estado que ele estava u.u. Aproveitem e me adicionem seus lindos @BielGarc) Me disseram que um fio que liga sei lá na onde soltou, e por este 'desligamento' metade da minha tela fica quebrada. De repente, quando vejo uma foto que fará parte de uns dos meus projetos aqui no blog, veio a minha mente; Poxa manoo! Eu tenho tanta coisa pra escrever, pra contar, e meu not resolve quebrar logo agora. Pááh!  A tela voltou a ficar 100% visível do 'nada'. Obrigado aos amigos de luz; aos marinheiros talvez? Não sei. Mas gratidão haha!  Axé

Me desenhei maravilhosamente bem, não acham? -risus-

Ano passado 'apesar dos apesares' eu vivi, viajei, e fui muitas vezes ao nosso querido parquinho Hopenys Harys-. Muitas coisas aconteceram enquanto eu vivia gastando meu dinheiro indo naquele parque todo mês; conheci muita gente, ri, me diverti, gravei, [Os senhores me aguentaram feat. viveram comigo essa época de 'HopiPiroka' lá no Youtube, né? O que eu postei de vídeo no Hopi Hari, meu irmão..], vivi, briguei, chorei, e claro.. Aconteceram muuuuuuitas histórias.
"E essas histórias hoje
Você vai poder reviver ♬
Em cada ponto do conto
Que vamos contar pra vocês" ♫
 Como esse ano eu me comprometi não só comigo mesmo, mas com vocês que ia (VOU!) aumentar o número de artigos nesse meu diário, pensei.. Por que não reviver tudo aquilo que eu vivi no parque? O Playcenter fez parte da minha história também, infelizmente só conheci quando estava em seus últimos anos. O Hopi Hari eu puder viver mais, e são cada histórias mirabolantes; Invadi área restrita, fui a enfermaria, superei meus medos, e me superei também. Vale a pena escrever aqui, fez parte da minha história, e do meu último ano da adolescência .As memorias que irei compartilhar com os senhores, serão memorias que ficarão para sempre da minha adolescência.


Ah! Nunca expliquei sobre os marcadores; Ele funciona para organizar os artigos por tema, os nomes são auto-explicativos e aposto que vocês são inteligentes o suficiente para entender cada uma. Esse nosso projeto terá o marcador como  'Hopi História', então quando quiserem ler as histórias do parque, é só clicar naquele marcador. 

30 de março de 2017

Metas Para 2017!

E daí que já estamos bem atrasados para falar de metas e projetos para o ano novo? Não são vocês que dizem que o ano começa só depois do Carnaval? Ah sim.. O Carnaval foi em Fevereiro 😬. Tá ,tudo bem, confesso que estou mega atrasado. Mas ei, vem cá, alguém se importa? risus.

Faz tempo que eu não faço 'Retrospectiva' no meu blog, para ser exato-, só fiz em 2014. Obviamente ,não irei retrospectivar a essa altura do campeonato, o legal de você olhar para trás e ver quanta coisa fez, certamente nos deixa com mais vontade e cheio de metas, projetos, e planos, para o futuro-. De coisas que não foram feitas, ou coisas que foram feitas e queremos melhorar.

Esse lance de que 'ano-novo-vida-nova' é para os preguiçosos que deixam tudo para depois, ou melhor.. Para o ano que vem. Quem quer fazer, vai lá e faz. Não espera uma nova data, um novo ciclo se iniciar. Isso é desculpa, e eu não criei os senhores para serem preguiçosos, ok? Ok! 

Eu podeira muito bem deixar para escrever esse artigo em 2018, pelo o simples fato de eu 'estar atrasado' nessa tradição de criar um monte de promessas. Aliás, esse povo ama quebrar promessa, né? Meu primo que é imenso de gordo, vive jogando a meta de ser fitness para o ano seguinte, pois no ano atual já não consegue mais. Já ouviram a frase, quem se define se limita? Não se limitam! Quer fazer? Vai lá e faz, amanhã pode ser tarde demais.

Renato Russo dizia; É preciso amar as pessoas / Como se não houvesse amanhã / Porque se você parar pra pensar / Na verdade não há. - Preciso nem comentar a frase, né? Espero que tenham entendido o recado.

Tá, chega de blá blá e vamos a tal meta;
  • Ser rico - Se eu não conseguir atingir [todas] minhas metas, pelo menos estarei chorando numa banheira banhada a ouro. Porque eu sou desses.. Ou sonho em ser. :P
  • Ser fitness - Esse não podia faltar, não é mesmo?! Aposto que tem na sua lista de promessas! 
  • Focar nos estudos - O focar é fácil, difícil é aprender. E deixar a preguiça de lado. Quero dormiiir!
  • Escrever feat. produzir mais artigos - Já tá na hora de eu começar a postar com uma certa frequência no meu diário, não acham? 
  • Terminar o Ensino Médio - Sem reprovar! Eu fui promovido para o último ano escolar, reprovar na última série não é legal, é um vexame.
  • Chegar a 100 artigos - É uma meta desde que eu comecei a escrever, admito!
  • Ir a algum parque aquático - A ultima vez que fui foi em 2015. Nesses dois últimos anos frequentei só o Hopi Hari, perdi as contas de quanta fui.
  • Conhecer 'zamigos' virtual - Isso sempre será um desejo, esse ano espero poder conhecer mais um deles.
  • 365 Fotos - Esse é um projeto que eu sempre 'sonhei' em fazer, tirar fotos de mim mesmo todos os dias do ano, e após 365 fotos/dia fazer um vídeo para ver o quanto mudei em ano. É fútil, mas a intenção é legal. 
Por enquanto minha lista é essa, eu até pensei em colocar o VEDA (Vlog Every Day April) na lista, porém estou com problemas no meu notbook. - Só pra constar.

Verde sim, para dar esperança de conseguir as meta para 2017.

Me disseram; Não tente, consiga! - Ok! Anotado. Sendo assim, no dia 31 de Dezembro já estarei rico numa piscina de quilates hahah. 💋

25 de março de 2017

#SenzalaNaRua - Mc Xuxu

Um beijo prááááás? Travestiiii! - Os senhores devem ter escutado essa frase em algum momento da sua vida. Em 2009 esse hit bombou no Youtube, o que foi o começo de tudo. Mc Xuxu inspirou muita 'drag' feat. trans a dar a cara a tapa, e divulgarem o seu trabalho. E desde aí só veio sucesso; Mc Trans, Pabllo Viitar, Lia Clark e entre outras que tanto dá voz ao movimento 

Decidi entrar nessa campanha #SenzalaNaRua e apoiar a maravilhosa Mc Xuxu

Conheci a Mc Xuxu no 'Dia do Beijo' no ano passado, muitos não sabem mas, eu colaboro em uma página do Facebook; Brasil Sem Homofobia. No dia do beijo, um dos colaboradores postou uma foto com a seguinte frase;
"Um beijo para quem é do bem, um beijo pras travesti."
Sabe aquele momento que você fica - Nossa! Eu já ouvi isso de algum lugar. Joguei no Google a tal frase, e então descobri uma pessoa maravilhosa. Comecei a ouvir todas as musicas, me inscrevi no canal, comecei a seguir em todas as redes, e aí.. Meus queridos, foi só amor. Sabemos que tem muitas drags que fizeram sucesso esqueceram de lado a parte do 'vamos lutar para sermos mais aceitas, e termos direitos!' O que me encantou em Xuxu, foi o contrario. Com todo o sucesso que a bicha vem tendo desde de 2009 com o lançamento de "Um Beijo", as músicas jamais deixaram de ter um lado militante. Se pararmos para analisar cada musica dela, tenho a certeza que encontraremos uma mensagem de resposta ao preconceito. Ela simplesmente dá a cara a tapa, é uma pessoa completamente revolucionaria. 

Mc Xuxu, que é trans, preta, e moradora da favela, precisa de nossa ajuda. Não está fácil para ela, infelizmente o sucesso não trouxe uma rende que ela pudesse lançar o seu tão sonhando CD. Nós temos que apoiar uma pessoa cheia de luz, verdade na cara, e mega militante com os nossos direitos. E olha que ela não luta para os direitos somente das trans, não viu? A preta luta para todos nós, mulheres, homens, gays, bi, trans, tudo. Basta ser humano, que Xuxu está lutando por você. 

Eu sou mega encantado com o trabalho dela, e com a força de vontade que ela tem sobre as coisas. A positividade que essa mulher carrega no olhar, nos trás uma certeza; VAI TER ÁLBUM DE TRANS, SIIIM! E a sociedade vai ter que aprender a lidar com isso, estamos ganhando podere voz. 

Se eu pudesse minha gente, eu doaria todo o meu dinheiro que tenho. Mas como os senhores sabem, eu não trabalho, ainda vivo de mamãe, e infelizmente não tenho como ajudar financeiramente. Mas tudo que está ao meu alcance estou fazendo, seja compartilhando, divulgando na página, comentando e apoiando. Mesmo que você também esteja na mesma situação que eu, vamos todo mundo apoiar o movimento, o mundo LGBT precisa disto! 
http://www.kickante.com.br/mcxuxu

Os valores não são absurdos, o preço começa com 10$ e vai aumentando conforme você quer ajudar. E ah, se você pensa que ficará de fora do CD, está mega enganado! Todo mundo que doar, terá uma recompensa, e gente.. É BABADO! Eu queria muito, poder ajudar pra ganhar o reconhecimento da nossa artista. Mas, acima de todas as coisas, é poder ajudar, e depois ver o resultado que isso dará, é para uma causa nobre e justa. Tenho certeza que é um dinheiro muito bem 'dado', e que Xuxu nos representará da melhor forma, como sempre tem feito.

Todos os dados do CD, e suas recompensas estão no site kikante, por favor, olhem, se não puderem doar, ajuda na divulgação, faz que nem eu.. Não tem blog? ESCREVE NO FACEBOOK! Vamos colocar Senzala Na Rua, baby! - Porque a gente é desses.

Já disse que amo a Mc Xuxu? hahah!

17 de março de 2017

Feliz 18 Anos!

Olá meus queridos leitores, como os senhores estão?! Sentiram minha falta? Eu andei acompanhando as estatísticas e notei que muita gente entra aqui diariamente, e só tenho a agradecer a todos vocês. É maravilhoso escrever, ainda mais quando se tem leitores. Gratidão e gratidão.

A post shared by Gabriel Garcia (@bielgarc) on


O fato é que.. Minha gente, eu completei a maior idade. É engraçado quando eu paro para reler os meus antigos desabafos, crônicas e entre outros artigos-, como eu mudei. Antes pequenos problemas tomavam conta da minha mente por inteiro, problemas que hoje vejo com tanta futilidade. Seria um sonho me preocupar com quem me criticava no começo? Me preocupava tanto que cheguei a fazer um desabafo aqui no blog, scor. [Clique aqui para ler o desabafo].

Antigamente (Meodeusx eu já estou começando a usar a palavra "antigamente"? Para o mundo que eu quero descer), quando eu idealizava os dezoito anos, era algo tipo super-mega-fodastico pensava que nada e ninguém iria me impedir de ir a tal lugar. Quando tinha dezesseis anos, fui convidado pela Blue Channel a cobrir junto com eles, o 'Bastidores de Carnaval 2015'. Imaginem, eu, Gabriel Garcia, cobrindo o Carnaval no sambódromo, conversando com vários famosos e com um crachá de acesso imprensa?! Eu simplesmente delirei, meus olhinhos de jabuticaba brilharam. Na época, nem esperei minha mãe aceitar e fui logo postando no Instagram a novidade;

A post shared by Gabriel Garcia (@bielgarc) on

Até que 'Não, Gabriel, você não vai' - eis que começa a grande batalha pais vs. filhos. e aquela clássica desculpa 'Mas mãe, eu já tenho 16 anos'. O resto do roteiro vocês já sabem, né? 'Enquanto você for de menor, sou eu que mando em você. Não vai! Não tem choro, não tem vela.' O que me restava era aceitar, já como dizia a nossa grande filosofa Valesca Popozuda; aceite que dói menos.

De agora em diante será assim: 'Não, Gabriel. Você vai, já é de maior e vacinado, né? É, não vai mesmo, enquanto você morar aqui, sou eu que mando em você'. Conclusão; ter dezoito anos e continuar morando com os pais, muda nada.

Pensava que com dezoito anos, minha vida iria mudar; ia conseguir um emprego, poderia ir pra balada todo final de semana [e eu posso, só me falta o dinheiro -risus-], iria sair da casa dos meus pais. Achava que já estaria pronto para me aventurar ao mundo a fora. Ah de mim! 

Obviamente, ser de maior não tem só os aspectos negativos. Mas meus queridos, cadê a parte boa?! É pressão acima de pressão, chega fulano e fala 'Tá na hora de você trabalhar, não acha?' aí chega outro 'Já sabe qual faculdade vai fazer?' 'Seu primo na sua idade, já trabalhava pra pagar a faculdade.' O que me mata de verdade é essa pergunta vinda diretamente do inferno para os meus ouvidos 'Vai tirar carta?' - Vou, se você pagar e me dar o carro depois, ok?

Se eu soubesse que a vida adulta é tão frustante em questão dos outros criarem expectativas sobre você, eu preferiria parar no meio da corrida para entrar no ovulo de mamãe, ou melhor.. Nem teria corrido.

Meu projeto será pensar em mais vantagens de se ter dezoito anos, que até agora encontrei nenhum. E ah, nem citei sobre eu ser obrigado a 'me alistar' para servir o quartel

Apesar dos 'apesares', é um novo clico, uma nova fase que se incia. #Feliz18Anos!

28 de fevereiro de 2017

Estou morrendo, porém oi.

Um mês se passou sem eu escrever nada e isso me dói. Parece que eu só sei lembrar do meu querido diário aberto, quando estou passando por uma fase ruim. Sei que faço muitos desabafos aqui, e saber que eu tenho pessoas que me acompanham minha life-style me deixa com vontade de contar tudo, escrever sobre tudo, talvez até mesmo os meus 'problemas'.

Este ano o blog completa três anos de existência e confesso, estou muito feliz, porém desapontado-. Publiquei apenas 88 artigos, poderia ter escrito muito mais se eu tivesse levantando a bunda do sofá e fosse organizar as minhas ideias. Mas preferi ficar vegetando na cama.

Como leitor do meu próprio blog eu gostaria de ter uma explicação do meu sumiço-, assim como eu acompanho vários blogueiros que somem e só aparecem depois de meses. Eu gostaria de dar uma boa explicação de fato, mas gente.. tá difícil! 

Quando comecei a escrever blog, pensei que somente coisas boas iriam acontecer, e que somente coisas boas eram dignas de serem escritas aqui. Mas sabemos que a vida não é um mar de rosas, passamos por altos e baixos, como uma montanha russa. 

O ponto é que; eu não estou conseguindo lidar com os meus problemas, muitas coisas estão acontecendo. Estou com muito medo da mesma história se repetir, tenho medo de criar expectativas e no final nada acabar acontecendo - odeio isso.
Eu vivo de expectativas, odeio assumir a realidade pra mim mesmo. A minha realidade nesse momento é cruel, ao mesmo tempo, o que me mata é não conseguir assumir os fatos para mim mesmo e ficar nessa 'expectativa' - nesse mundo imaginário que criei e não quero mais sair. Eu passo tempo demais idealizando, mas na hora do vamos fazer eu prefiro ficar deitado na minha cama. Ultimamente, ficar na minha cama com o meu celular tem sido o que mais tenho feito - isso me mata². 

Não estou acostumado a contar os meus problemas para as pessoas, odeio aquele olhar de 'pobre coitado' que lançam para mim. Ao mesmo tempo, odeio guardar tantas coisas pra mim, sinto que tenho uma necessidade de contar pra alguém, mas.. eu s i m p l e s m e n t e não consigo-, é uma barreira pra mim. 

Sinceramente, não sei porque estou deixando este artigo de tanto outros desabafos em publico. Poderia passar a imagem para vocês que eu estou absolutamente feliz, que só está acontecendo coisas boas. Mas este é o meu blog, é o meu espaço, é o meu querido diário aberto para quem quiser participar e compartilhar experiências. Certo?!
Faz tempo que vocês não me veem, né? É uma fotinha antiga, mas tá valendo.